quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Caçador de Esperança

Estava conversando com uma amiga enfermeira, a melhor que conheço, fiquei bestificado com a forma que essa querida amiga usava sua fé para dar um belo e forte significado à sua atividade de cuidar das pessoas. Para Binha, “a fé é o firme fundamento da esperança”.
A esperança está no centro da pessoa humana, é aquilo que a move que a arremessa para a vida, a esperança de um mundo mais justo e solidário, a esperança que nossos sonhos e projetos se concretizarão.
Conversando com ela, nos lembramos de um amigo sonhador. Era um rapaz novo, cheio de sonhos e projetos, movido pela esperança. 

Sonhar é a capacidade de transformar a esperança em projetos de vida. 

Seus desejos de poder e seu coração cristão inclinado para a solidariedade o fez portador de sonhos mirabolantes. Esses sonhos o moviam. Queria ser capaz de transformar o mundo, ser parte de uma grande revolução econômica, política, social e de valores.
Logo viu-se só, devido a tamanha ingenuidade, mas traçou seu tímido caminho e seguiu. O caminho foi duro, mas cheio de aprendizados. Tentaram lhe mostrar um mundo no qual não era permitido sonhar, um mundo dado, pronto, realizado. 

Na saga bíblica, a revelação divina nos mostra como a sociedade tenta matar nossos sonhos, mas eles nunca conseguem, o máximo que os irmãos de José conseguiram foi jogá-lo em um buraco. A revelação é surpreendente, pois é exatamente isso que ocorre, a sociedade do capital não precisa de sonhadores, mas sim de peças e engrenagens que se encaixem em um de seus inúmeros sistemas: financeiros, industriais, de serviços e até religiosos. Nossos sonhos são logo jogados em buracos distantes e esquecidos da nossa alma, até pensamos que eles estão mortos, mas sonhos não morrem, estão sempre vivos, mesmo que nas profundezas da nossa alma.

Mas o efeito em nosso amigo foi outro, no caminho, conheceu a frustração de seus sonhos, mas isso não o derrubou. Prostrado olhou para o alto e iluminado teve sonhos ainda mais elevados, sonhou com coisa mais simples, no entanto tão complexo quanto o último, um grande sonho como lhe era comum. Sonhou em fazer sua amada feliz.
Sonhos impossíveis, mas que valiam lutar por eles. Utopias que nunca se realizariam, mas que o arremessava para cima. Horizontes distantes, que nunca alcançaria, mas que não o permitia parar de caminhar.
Todos os seus sonhos foram lançados em buracos, mas ele é caçador de esperança: Não permitirei que matem meus sonhos e projetos de vida. Nem serei medíocre a ponto de matá-los para viver confortavelmente o sonho dos outros, ou o inócuo projeto da sociedade do capital.
Meu amigo está a procura de sonhos mais simples, lá nos buracos da sua alma, aprendeu com os poetas a ver beleza nas coisas simples da vida.

Como disse Pessoa: Matar o sonho é matarmo-nos. É mutilar a nossa alma. O sonho é o que temos de realmente nosso, de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso.
Desejo morrer por algo que valha a pena morrer, e viver por algo que valha a pena viver.
Nunca permita que matem seus sonhos, quando eles se forem, você estará aí, mas deixará de viver.

Sonhe, ouse, lute, caia, levante, pense, tire a poeira,caminhe, trate as feridas, siga... 

Vale a pena viver! 

“Garanto que uma flor nasceu. É feia. Mas é uma flor. Furou o asfalto...”

13 comentários:

Gal disse...

Gal disse...

É verdade Marquinhos, uma pessoa que não sonha, não vive. Os sonhos nos move. Confesso que já sonhei muito e hoje parece que meus sonhos estão em um buraco, devido a todas as cobranças de uma sociedade má. Eles estão adormecidos, mas ainda respiram e sei que não morrerão (como vc msm disse, eles não morrem!) e isso me deixa feliz e com a certeza de que um dia voltarei a sonhar com mais intensidade. Por isso estou sempre reiventando nesta caminhada.

Dayana disse...

Poxa...
me tocou!

Bjs, Gabiru! rs

Messias Brito disse...

Beleza Lemos de Brito!!! Não é à toa que o texto bíblico diz que no final restarão a fé, a esperança e o amor!!!
Ainda que a figueira não floresça, não haja fruto na vide, nem gados no pasto... ESPERAREMOS (ativamente), CONFIAREMOS em um mundo melhor, numa vida abundante e plena, na comunhão de toda a vida e na superação das nossas próprias limitações e insucessos...

Aníssima Duarte* disse...

Maravilha, maravilha!
Eu já fui uma flor...Já furei o asfalto, mas um dia murchei. Agente sempre murcha, vez por outra na vida, mas, logo, renova-se a vida, os sonhos se renovam e a flor-girassol recebe a luz do sol, a luz da esperança.

Sonhemos, ousemos, lutemos, sem esmurecer!
Bjão pra vc!

Bel Lima disse...

Obrigada por nos ajudar com seus textos Marquinhos, a "construir e desconstruir" significados, cada um/a com suas peculiaridades, mas "ouvindo" mensagens tão profundas, comoventes percebemos que esta lida não é solitária. Felizes os que sonham, com a justiça, com a paz... E os que por meio do sonho, da fé e da esperança, "perseguem" possibilidades em meio a andanças e desavenças do cotidiano...

Mais uma vez, obrigada.

Beijos.

Marcos Fellipe disse...

Powww Messias jah tava sentindo falta desse apelido carinhoso que me deram... Nunca mais ninguem me chamou de Lemos de Brito... É isso Gal, tb quero isso, quero voltar a sonhar, estou como esse amigo, caçando esperança... Ahhh Bel eu é q agradeço a vcs, por estarem sempre aqui...
"E ainda que os montes se lancem ao mar, ou que a Terra trema, ei de confiar..."

Elba Miranda disse...

Poxa, não posso deixar de comentar, rsrsr...fui citada...rsrsrsr...que honra!!Maravilhoso texto Marquitos...Nos últimos dias tenho me debruçado, ainda embrionariamente, a perceber melhor o que é essa tão imprescindível força motora para a vida humana, e tenho concordado com meu amigo íntimo (rsrsrs) Moltmann " a esperança é a força do renascimento da vida, a força para o novo começo, lá onde pela culpa a vida havia se tornado impossível... Esperamos que em cada fim se oculte um novo início..."
Então recomecemos sempre!!!
Beijus e continuo acompanhando...

jefferson disse...

Parabéns Xoriça!!!!
Fica assim não meu nego, esse final de semana vc vai ouvir muito esse apelido rsrsrs.
Parabéns irmão pelo texto, vc é mesmo "o cara" kkkk. Ah! A irmã Binha esta tbm de parabéns, ser citada por "Lemos de Brito" é um prêmio kkk.
Parabéns á todos vcs por construir esse espaço maravilhoso!!
Esperança!!!!

Léo disse...

Pô Marquinhos, obrigado por esse post mano! Tava realmente precisando ler isso escrito por alguém de carne e osso que eu conheço, já abracei e sei que é de verdade; e não mais um sensacionalista compartilhando palavras de auto-ajuda com segundas intenções como está cheio por aí.

É que os predadores de sonhos estão por todos os lados e o pior deles está dentro de nós; aí tem horas que é complicado viu?! Mas é bom saber que existem pessoas que nos arremessam para frente e iluminam caminhos de esperança nessa estrada esburacada pelas frustrações, vc é uma dessas pessoas meu lindo... um bjo!

Juliana Cordeiro de O.Silva disse...

Ameei ,


Resume tudo : "a fé é o firme fundamento da esperança”.

Rafael de Queiroz Torres disse...

Parabens marquinhos!! Quando lia o texto, imediatamente, lembrei de Boff quando faz a colocação de que "Em um mundo de dores a ilusão se torna mais real que a própria brutalidade dos fatos.." é isso, que faz o injustiçado continuar vivendo, pois este enxergar Justiça em um mundo sem eqüidade!! bom txt...

Anabel Pascoal disse...

Parabéns pelo texto maravilhoso!!! Me senti essa florzinha... Apesar dos pesares, ainda floresço.

Mile Pereira disse...

Lindo texto.È bom lermos algo desse tipo depois de olharmos a nossa volta. Nos faz refletir que "até no lixão nasce flor" e que mesmo diante desse sistema, ainda somos nós quem decidimos se queremos viver sob os seus comandos ou da forma que achamos ser mais agradável e frutífera. Parabéns... Bjs!